A. C.

Jun 8, 2020

1 min read

Procura-se o último monstro da caixa de Pandora

As pétalas se desfalecem

Em cima de tua face

O tempo desacelera

Nessa torrente de desfortúnios

O dia alvorece

Mas cresce a metástase

Dentro dessa era

Que só existe um túnel

De desesperança

O grito entala na garganta

E os sonhos jazem em prantos.

Eu sou a pessoa do outro lado do espelho.

Love podcasts or audiobooks? Learn on the go with our new app.